A colocação de implantes ou próteses de silicone nas mamas é uma das cirurgias mais realizadas no mundo. Com a evolução constante das próteses e técnicas, o procedimento se tornou mais seguro e efetivo, melhorando a autoestima da mulher.

Quando está indicada a cirurgia?

A mamaplastia de aumento com silicone está indicada em pacientes com pouco volume mamário mesmo acompanhado de flacidez não exagerada. Em casos de mamas pequenas, muito caídas ou flácidas, a colocação de implantes de silicone é associada à elevação dos seios, ou mastopexia.

Há idade mínima para colocar silicone?

Não há idade definida e a indicação dependerá, além das características das mamas, do amadurecimento emocional da paciente. Em geral, está indicada a partir dos 18 anos.

Como são colocados os implantes?

A colocação dos implantes pode ser feita por uma pequena incisão realizada no sulco da mama, ao redor da aréola ou mesmo nas axilas. Cria-se um espaço atrás do tecido mamário ou do músculo e as próteses são, então, posicionadas.

Escolha do tipo de próteses

O tamanho, tipo, formato e outras características das próteses são discutidos e decididos entre o cirurgião e a paciente. Além da expectativa da mulher, aspectos como tamanho do tórax, forma dos seios, cirurgia prévia nas mamas, características anatômicas e cirúrgicas são avaliados. Evitam-se exageros de tamanho. O melhor resultado deve trazer naturalidade.

Onde é realizada a cirurgia e que tipo de anestesia é utilizada?

A cirurgia é sempre realizada em ambiente hospitalar. Optamos por anestesia local acompanhada pelo anestesista que irá sedar a paciente. Outros tipos de anestesia também podem ser utilizados. O procedimento é ambulatorial e a paciente tem alta no mesmo dia.

Como é a recuperação?

A recuperação costuma ser tranquila, sem maior desconforto. Durante duas a três semanas após a cirurgia deve-se evitar elevar muito os braços, fazer força ou dirigir. Apesar de segura, como qualquer cirurgia, esta também não é isenta de riscos ou complicações.

O resultado é para sempre? É necessário trocar os implantes?

Com o processo natural de envelhecimento as mamas podem alterar sua forma, posição, tamanho e consistência. Com a evolução dos implantes, pode-se dizer que este material pode durar um longo período no organismo, devendo ser trocados após período variável. Exames como mamografia, ultrassonografia (ecografia) das mamas ou palpação das mesmas devem ser realizados normalmente nas pacientes com implantes de silicone.

E a amamentação?

Normalmente é possível amamentar após a colocação de implantes de silicone nos seios. Isto dependerá de cada caso.

O que é contratura capsular?

Em alguns casos poderá haver a formação de uma cápsula de tecido fibroso muito denso envolvendo as próteses. Isto pode deixar as mamas muito firmes, levando a nova cirurgia. Com a utilização de implantes mais modernos, este problema passou a ocorrer com menor frequência, mas deverá ser sempre levado em conta e discutido com seu cirurgião.