26-Jun-2016
Início
Busca no site
Na Mídia
Fale conosco
Receba nossa Newsletter
Trabalhe Conosco
Publicações Científicas
 
SUOR EXCESSIVO - HIPERHIDROSE
A hiperhidrose representa uma situação onde existe um aumento na produção e eliminação do suor em uma ou mais regiões do corpo ou face. As áreas mais freqüentemente comprometidas são as axilas (Hiperhidrose Axilar), mãos (Hiperhidrose Palmar) e pés (Hiperhidrose Plantar). Porém, esta alteração pode comprometer qualquer área corporal ou facial. Estima-se uma incidência de cerca de 2,8% de hiperhidrose na população, tratando-se de uma situação freqüente e que compromete geralmente o adulto jovem.
Os pacientes portadores de hiperhidrose possuem uma série de limitações e constrangimentos. Normalmente perdem grande parte de seu tempo escolhendo tipos e cores de roupas mais adequadas para dissimular o excesso de suor e o constrangimento e irritação com o problema é uma constante. Vários estudos mostram um comprometimento na qualidade de vida, relação interpessoal, profissional e familiar. O tratamento adequado deste problema aumenta a auto-estima do paciente, tornando-o mais seguro e confiante.
Além dos tratamentos tópicos e da iontoforese (equipamento que emite um tipo de corrente para diminuir a transpiração), os principais recursos existentes são:
Toxina Botulínica: A injeção local desta medicação possibilita a melhora dos sintomas por alguns meses. O tratamento pode ser repetido após algum tempo.
Cirugia na Axila: Apesar de oferecer bons resultados, pode ocorrer recidiva (retorno) dos sintomas, cicatrizes e áreas de insensibilidade.
Laser: Recente avanço da tecnologia laser onde a energia luminosa emitida elimina parte das glândulas sudoríparas, diminuindo a transpiração. Realizado com anestesia local. É capaz de atenuar também os sintomas de odor desagradável (Bromidrose).
Simpatectomia Endoscópica: Através de pequenas incisões no tórax, os nervos que estimulam a sudorese são seccionados, diminuindo os sintomas. Necessita anestesia geral e pode haver hiperhidrose compensatória em outras áreas. Representa, porém, uma ótima opção de tratamento em muitos casos.
Em função das particularidades de cada caso e das inúmeras opções de tratamento, é muito importante que o paciente portador de hiperhidrose discuta todos os detalhes com seu médico a fim de buscar o melhor caminho para atenuar ou acabar com seu problema.
 
< Anterior   Seguinte >
 

Av. Augusto Meyer 163 conj. 1203 • Bairro Higienópolis • CEP. 90550-110 • Porto Alegre / RS - Brasil • Fone/fax: +55 (51) 3342-7722 • Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email